domingo, 24 de maio de 2009

Musicas e Danças Ciganas


Quando os ciganos deixaram o Egito e a Índia, eles passaram pela Pérsia, Turquia, Armênia, chegando até a Grécia, onde permaneceram por vários séculos antes de se espalharem pelo resto da Europa. A influência trazida do oriente é muito forte na música e na dança cigana. A música e a dança cigana possuem influência hindu, húngaro, russo, árabe e espanhol. Mas a maior influência na música e na dança cigana dos últimos séculos é sem dúvida espanhola, refletida no ritmo dos ciganos espanhóis que criaram um novo estilo baseado no flamenco. Alguns grupos de ciganos no Brasil conservam a tradicional música e dança cigana húngara, um reflexo da música do leste europeu com toda influência do violino, que é o mais tradicional símbolo da música cigana. Liszt e Beethoven buscaram na música cigana inspiração para muitas de suas obras. Tanto a música como a dança cigana sempre exerceram fascínio sobre grandes compositores, pintores e cineastas. Há exemplos na literatura, na poesia e na música de Bizet, Manuel de Falla e Carlos Saura que mostram nas suas obras muito do mistério que envolve a arte, a cultura e a trajetória desse povo. No Brasil, a música mais tocada e dançada pelos ciganos é a música Kaldarash, própria para dançar com acompanhamento de ritmo das mãos e dos pés e sons emitidos sem significação para efeito de acompanhamento. Essa música é repetida várias vezes enquanto as moças ciganas dançam.ORAÇÃO PARA DANÇAQue a chama da fogueira do povo cigano Sinalize a bem-aventurança. Que a luz da lua cheia que Ilumina a dança cigana Seja o clarão da paz Universal Que Santa Sarah Kali Padroeira do Povo Cigano Seja a tua estrela guia Que a energia maior do Universo Esteja sempre contigo!!! OPTCHA!!!!!!

Zeferino Gimenez Malla

2 de agosto (1861-1936)
Zeferino Gimenez Malla nasceu na Catalunha, Espanha, em 26 de agosto de 1861. Descendia do povo cigano daquela localidade, que chamava o menino de "El Pelé". A família vivia na pobreza, que se intensificou quando o pai a abandonou para ficar com outra mulher. Por isso Zeferino não pôde ir à escola, precisou ajudar no sustento da casa, confeccionando e vendendo cestas de vime. Quando completou vinte anos, transferiu-se para Barbastro e ali se casou com Teresa Gimenez Castro, ao modo cigano, sem rito religioso. O casal não pôde ter filhos, então resolveram adotar Pepita, uma sobrinha de Teresa. Zeferino não tinha uma profissão fixa, era habilidoso com cavalos e mulas, mas tornou-se um comerciante autônomo depois de um episódio que encantou toda Barbastro. Um homem tuberculoso, vertendo sangue contaminado pela boca, estava agonizando na estrada. Todos tinham receio de ajudá-lo, afinal a tuberculose era extremamente contagiosa. Porém isso não intimidou Zeferino, que o ajudou prontamente, abrigando-o em sua casa e tratando de sua doença. Quis o destino que a família daquele homem fosse uma das mais poderosas do local, e Zeferino foi muito bem gratificado pela sua boa ação. Com o dinheiro, ele iniciou um pequeno negócio, que rapidamente prosperou. Ele acabou enriquecendo, mas, mesmo assim, continuou praticando sua caridade. Com o sangue nômade nas veias, passou a pregar pelas estradas, munido do rosário. Socorria aos mais pobres, especialmente os ciganos, seus irmãos de sangue. Porém para ele todos eram o "próximo", tornando-se a razão de sua existência e de seu trabalho caridoso. Cristão, devoto da Virgem Maria e da eucaristia, freqüentava a santa missa todos os dias, na qual fazia questão de receber a comunhão. Zeferino oficializou seu casamento pelo rito católico em 1912. Na ocasião, passou a freqüentar a "Quarta-feira eucarística", da Ordem Terceira de São Francisco, quando, então, todos os religiosos reconheceram naquele comunicativo cigano um grande modelo de virtude e santidade. Empenhou-se com grande generosidade nas Conferências de São Vicente de Paulo, porque desejava tornar sua caridade mais eficiente. Mesmo sendo analfabeto, também se dedicava à catequese das crianças, ciganas ou não. Era muito querido por elas, pois, conhecendo muitas passagens da Bíblia, ele as contava com especial inspiração. Em 1936, explodiu a guerra civil espanhola. No dia 2 de agosto daquele ano, Zeferino foi preso ao tentar libertar um padre que era prisioneiro de um grupo anarquista. Tinha, então, setenta e cinco anos de idade. Mesmo sob a mira das armas, Zeferino protestou de cabeça erguida. Todos puderam ouvir seu último grito, brandindo o rosário, seu companheiro, antes do fuzilamento: "Viva Cristo Rei!" Por ordem dos rebeldes, todos os fuzilados foram enterrados numa cova coletiva. Entre eles estava Zeferino, cujo corpo nunca pôde ser encontrado. Em 1997, numa bela cerimônia solene celebrada pelo papa João Paulo II, em Roma, na presença de milhares de ciganos cristãos do mundo todo, Zeferino Gimenez Malla foi declarado bem-aventurado. Assim, ele se tornou o primeiro cigano a ser elevado aos altares pela Igreja, cuja festa foi marcada para o dia de sua morte.

POVO CIGANO


Para entender o que ocorre hoje em relação à magia cigana no Brasil, é necessário distinguir entre os ciganos reais e os simbólicos. Os ciganos reais tendem a seguir a religião dominante no país em que vivem; assim, no Brasil, a grande maioria deles se diz católica, onde vem crescendo a sua ligação com a Umbanda.É justamente aqui que surgem os ciganos simbólicos: desde o início, a Umbanda incluiu no seu panteão, povos de diversas origens, incluídos na linha do Oriente. Foi aí que os ciganos se incorporaram à Umbanda. A princípio, era apenas mais um pequeno grupo de entidades, a que a imaginação popular dava um aspecto e um comportamento estereotipados, inspirados na visão romântica dos ciganos. Freqüentemente, essas entidades tinham personalidades poucas definidas, como a “Ciganinha” ou a “Cigana da Estrada”, com o tempo, entretanto, ocorreu uma mudança. Embora não se possa dizer qual é o peso disso no total da população cigana no Brasil, o certo é que alguns ciganos, ou descendentes deles, aproximaram-se da Umbanda.O intercâmbio entre as duas culturas teve como resultado a sofisticação crescente do trabalho com espíritos ciganos, que adquiriu feições próprias, quase independentes do restante do culto. Hoje em dia, muitas pessoas que trabalham com espíritos ciganos não se consideram de Umbanda e realizam sua devoção de forma independente de qualquer culto organizado: é um culto essencialmente individual e doméstico, resultante, em geral, da simpatia ou da curiosidade a respeito dos ciganos. Essas pessoas tendem a seguir também as devoções dos ciganos reais, inseridas no catolicismo. A religião formal seguida pelos ciganos é complementada pela crença no sobrenatural, trazida de suas origens indianas e das regiões por onde passaram (principalmente a Europa Central e a Mediterrânea), onde ainda hoje sobrevive a bruxaria originária da antiga religião da natureza. Muitas dessas crenças podem ser encontradas entre as práticas mágicas da população brasileira herdadas talvez em parte diretamente dos ciganos. A festa mais importante comemorada pelos ciganos e o dia de Santa Sara (24/25 de maio). Desde 1997, os ciganos comemoram também o dia de São Zeferino, o primeiro beato (e futuro santo) cigano.Santa Sara – segundo relato cristão, poucos anos depois da morte de Jesus, José de Arimatéia fugiu da Palestina, levando consigo a Maria Jacomé, Maria Salomé, Lázaro e suas irmãs Maria e Marta. Esse grupo aportou na costa francesa na foz do rio Ródano, a partir de onde Lázaro realizou seu trabalho apostólico por toda a província romana da Gália; o local tornou-se, por isso, um dos grandes centros de peregrinação da Europa Medieval.O resultado do encontro da religião antiga com as novas crenças cristãs foi o surgimento, na região, do culto de uma santa negra, provavelmente o sincretismo da Grande Mãe-Terra pré-cristã com a Virgem Maria (o que foi muito comum na Europa, durante a Idade Média).De acordo com uma lenda, o grupo de José de Arimatéia trouxera uma escrava negra chamada Sara; outra versão diz que Sara era uma habitante do lugar, que acolheu os exilados, seja como for, cresceu na região da Camargue o culto de Santa Sara. Embora Sara não seja canonizada (e seja, possivelmente, uma figura lendária), é aceita pela igreja como uma santa popular regional.Quando os ciganos chegaram à região, em meados do século XV, já encontraram estabelecida a devoção à santa negra. Seu aspecto lembrou-lhes uma importante deusa hindu, geralmente cultuada pelas castas inferiores, Kali, a negra, consorte de Shiva (o destruidor), que representa o lado ameaçador da Grande Mãe. Assim, para os ciganos, Santa Sara tornou-se Sara Kali, passando a ser com o tempo a grande padroeira de todos os ciganos.São Zeferino – Zeferino Gimenez Malla foi um cigano nascido na Catalunha (Espanha) em 1861; seu apelido era “El Pelé”. Comerciante de cavalos, Zeferino levou vida nômade até os quarenta anos, quando fixou residência na cidade espanhola de Barbastro, aonde chegou a ser o patriarca dos ciganos. Seguidor da religião católica, tornou-se catequista, apesar de ser analfabeto. Muito caridoso, auxiliava ativamente todos os pobres da região. Em 1936, Zeferino, com 75 anos, tentou defender um padre que estava sendo maltratado por milicianos. Preso, foi fuzilado na noite de 09 de agosto, junto com outros prisioneiros. A data comemorativa de “São Zeferino do Cavalo Branco” é 4 de maio em que o cigano foi beatificado.As oferendas e os feitiços relacionados aos espíritos ciganos misturam o estilo da magia européia com alguns elementos da magia de origem africana. Assim, predominam as oferendas e simpatias colocadas em lugares exteriores, os banhos aromáticos, os ingredientes nacionais (frutas, pimentas, cereais, feijões e especiarias de uso comum) os potes de barro, mas também são usadas poções, velas, defumações, cristais, moedas, pregos, etc... de origem européia.

Magia Cigana


Pote da Prosperidade: Compre um pequeno pote de barro. Providencie pequenas porções de todos os tipos de grãos alimentícios que puder encontrar: arroz, cevada, milho, trigo, feijão, lentilha, ervilha, etc), trigo mourisco, além de folhas de louro e saquinhos com farinha, café e açúcar. Providencie também algumas moedas. Num dia de Lua Cheia, arrume no pote camadas sucessivas dos grãos e das farinhas, intercalando com as moedas e as folhas. Coloque esse pote junto à imagem cigana e ofereça-o ao espírito cigano (corrente cigana), junto com uma vela, um defumador e um copo de água mineral, peça-lhe prosperidade e fartura para seu lar e seu trabalho. Troque os cereais uma vez por ano, reaproveitando o pote e as moedas e despachando os produtos perecíveis sob uma árvore.

Cesta para o Espírito Cigano: Fazer esta oferenda uma vez por mês, na Lua Crescente ou Cheia; ou sempre que quiser fazer um pedido especial ao espírito cigano (corrente cigana). Providencie uma cesta de palha; papel laminado, tecido ou papel de seda na cor preferida do espírito cigano ao qual vai oferecer a cesta; frutas variadas, com exceção das muito ácidas (abacaxi, limão); uma garrafa de vinho; flores, adereços e objetos do gosto do espírito cigano, como jóias, moedas, lenços, fitas, baralho, incensos, Também podem utilizar doces e pães. Forre a cesta com o papel ou tecido, arrume dentro os alimentos e os objetos, coloque a cesta junto da boneca ou da imagem cigana, com a vela e o incenso acesos. No dia seguinte, faça uma refeição de comunhão com seus parentes e amigos, utilizando os alimentos da cesta. Coloque as flores no pé de uma árvore e guarde os outros objetos para quando quiser repetir a oferenda.


Ritual para as bênçãos de Santa Sara a fim de trazer mais alegria, energia e força do Povo Cigano: Montar um altar com uma toalha branca ou uma colorida com detalhes dourados.Escolha a cor da vela pela energia que quiser trabalhar, podendo também acender 3 velas e trabalhar com as 3 energias juntas: a vela azul para proteção; a amarela para a área profissional e a vermelha para a área amorosa. Se optar pelas 3 velas, formar um triângulo com elas, colocando os outros elementos dentro do triângulo. Sete moedas douradas, uma cesta com frutas, flores coloridas, incensos, fitas coloridas, menos a preta, para decorar.Ofereça e consagre todos os elementos a Deus Pai, à Sagrada Mãe, à Santa Sara Kali, aos ciganos da luz e peça a concretização de bom emprego, abertura na área profissional, na vida amorosa, fartura, abundância material e espiritual, saúde para aproveitar todas as oportunidades e proteção contra todos os males. Estenda estes pedidos aos seus familiares e a todos ligados a você. Se colocar a vela de sete dias reforce durante os sete dias os pedidos e não se esqueça dos agradecimentos. Encerrar com uma Oração a Santa Sara:“Santa Sara, pelas forças das águas, pelas forças da lua, pelos seus mistérios.Eu, filho do vento, da lua, das estrelas. Venho pedir proteção para mim, para minha família - Para os meus amigos e para os meus inimigos - Para minha casa e para todos que vierem bater em minha porta. Que eu tenha sempre uma palavra de amor, de carinho e de esperança. Amém!”Ao preparar esses rituais coloque músicas alegres, entre com respeito e amor no espírito do Povo Cigano e faça-os de coração.

Trabalho com Espíritos Ciganos


As oferendas e os feitiços relacionados aos espíritos ciganos misturam o estilo da magia européia com alguns elementos da magia de origem africana. Assim, predominam as oferendas e simpatias colocadas em lugares exteriores, os banhos aromáticos, os ingredientes nacionais (frutas, pimentas, cereais, feijões e especiarias de uso comum) os potes de barro, mas também são usadas poções, velas, defumações, cristais, moedas, pregos, etc... de origem européia.Segundo alguns autores, o trabalho com os espíritos pode ser resumido em algumas práticas básicas.1) Aproximação: O espírito não é assentado, como os orixás e os exus, ele não pode ser obrigado a fazer nada, pois é um conselheiro, um guia superior. Ele se aproxima da pessoa e incorpora espontaneamente, ou dá intuições sem incorporar.2) Oferendas: As oferendas para os espíritos ciganos incluem frutas, flores, pão, bebidas (vinho ou água), adornos (coloridos e brilhantes), velas, defumadores. Os espíritos ciganos nunca recebem sacrifício de animais. O melhor dia para entregar oferendas para os espíritos ciganos é o domingo, ao meio-dia, seu local preferido é junto a uma árvore na mata ou em um jardim.3) Trabalho: O trabalho básico dos espíritos ciganos é a adivinhação. A técnica mais comum é a cartomancia, mas podem ser usadas a bola de cristal, a leitura de mãos e outras técnicas menos comuns (geralmente próprias de um determinado espírito). A partir do que seja visto na adivinhação, o espírito cigano pode realizar feitiços para corrigir o problema encontrado.4) Cores: Os espíritos ciganos gostam de cores vivas e brilhantes. No ritual com espíritos ciganos, nunca é usada a cor preta: nem em roupas, nem em velas, fitas ou outro material qualquer.5) Altar: Quem trabalha com um espírito cigano, é devoto de um deles ou deseja sua proteção, pode armar em casa um pequeno espaço devocional: sobre um móvel, ou mesmo sobre uma prateleira, é colocada uma boneca cigana, imagem ou mesmo um quadro com a cigana(o) de sua devoção que deve ser consagrado através de um ritual especial. A pessoa coloca junto à imagem suas oferendas (velas, água, cristais, pote da prosperidade etc...) e, quando quer fazer um pedido ou feitiço, coloca aí o material do encantamento, antes de despachá-lo. Os ciganos costumam ter, nesse altar, as imagens dos santos de sua devoção, entre os quais é obrigatória Santa Sara.

A Magia Cigana


A Magia Cigana“Ki shan I romani,Adoi san´I chov'hani.”(“Aonde os ciganos vão,Eu sei que as bruxas estão", Raymond Buckland, em Magia e Feitiçaria dos Ciganos). Muita gente já ouviu falar e, certamente, já sentiu uma ponta de curiosidade a respeito da magia que os ciganos trazem na cultura e no sangue. Suas tradições, o folclore e os antigos ensinamentos fascinam e, ao mesmo tempo, provocam um misto de cuidado e atenção. Diversos pesquisadores, entre eles Charles G. Leland e Raymond Buckland, já estudaram as magias e encantamentos utilizados por esse povo. Eles têm uma grande conexão com antigos rituais em que entram em estado de transe, utilizando esse procedimento para atingir seus objetivos. E o fazem sem deixar de lado sua devoção ao catolicismo, exaltado por vários ciganos e que muitas tribos do leste europeu usaram como pretexto para suas peregrinações durante os séculos XVI e XVII. Em várias magias ocorre a invocação das forças naturais como os elementais (ar, água, fogo, terra) e, em outras, as fadas (embora com outros nomes), usadas para os mais diversos fins. Isso é mostrado por Leland em vários encantamentos nos quais não só as forças dos elementos, mas dos rios e paragens, são utilizados pelos ciganos para curar queimaduras de criança ou para achar coisas perdidas e roubadas. Além, é claro, das simpatias e amuletos ciganos, comentado, nos livros de Buckland e Pierre Derlon. Para o "povo da estrada", a própria Terra é um lugar sagrado e mágico, contudo distante das visões do teo-matriarcalismo wiccano. Há muito tempo que os ciganos vêem e usam as energias místicas naturais para atingir seus objetivos, mas sem cair no estabelecimento de uma religião sexista, pois os ciganos são, antes de tudo, unidos por sua sabedoria e tradição. Observando o mundo à sua volta e unindo a sabedoria dos seus anciãos, eles aprenderam a ler a sorte e conhecer o futuro nas mãos e no rosto das pessoas, e ganharam notoriedade fazendo isso, principalmente pelos acertos que obtêm. Para eles, esse é um dom natural que remete às antigas artes védicas da quiromancia e fisiognomonia. Todo cigano que se preze sabe um pouco da magia de seu povo, e entre os ciganos obviamente existem aqueles que nascem com determinados dons, revelados por meio de marcas no corpo e por meio de certas coincidências na vida dessa pessoa. Quando isso ocorre, ela é preparada para assumir as responsabilidades que fazem parte do seu destino. A magia é algo que não é para ser aprendido pelo cigano, mas faz parte do seu dia-a-dia. Desde o ar que respira à sua comida, da água que sacia a sede aos animais que o acompanham em sua jornada pelas várias estradas em que segue a sua eterna peregrinação, tudo é magia. E algumas vezes determinados eventos levam ao surgimento de pessoas que se sobressaem: as bruxas e feiticeiros ciganos. As mulheres são conhecidas em alguns grupos como sh'uvanis, e os homens como kakus. São pessoas especiais que têm, entre os vários dons que possuem, a capacidade de prever o futuro e de curar doenças para as quais a medicina não encontra respostas. É a eles que os ciganos recorrem quando precisam de aconselhamento, uma vez que, segundo suas crenças, essas pessoas especiais estão em contato direto com “A Fonte”.Apesar da profunda crença nas forças mágicas e nas leis espirituais, o povo cigano é um profundo conhecedor e devoto dos santos católicos, aos quais dedicam uma atenção especial. Mas nada é tão especial e mágico para um cigano como o culto a Santa Sara Kali.

Ciganos - O Povo do Vento


O povo cigano sempre esteve ligado ao mundo mágico, seja pelos mistérios que cercam sua origem, seja pelas lendas que crescem ao seu redor e que os acompanham por onde passam. Suas carroças e barracas, suas roupas alegres e a música contagiante já estão no imaginário popular, ainda que algumas pessoas os considerem apenas como vadios errantes e ladrões sem pátria. Apesar da origem do povo cigano estar incerta e até hoje mergulhada em controvérsias, ela vem sendo analisada por vários estudiosos que buscam, por meio das tradições e lendas, localizá-los geograficamente. Tais estudos indicam uma origem na Índia antiga.As diversas tradições ciganas e sua língua (o romani ou romanish) possuem paralelo com os Vedas e com o sânscrito (a raiz das línguas indo-européias), ainda que esse idioma cigano, como toda língua viva, tenha se alterado ao longo do tempo com o acréscimo de termos dos países por onde os ciganos passaram, dando origem a alguns dialetos. Um exemplo dessa ligação com idiomas antigos é um encantamento de amor praticado pelas tribos ciganas ao sul da atual Hungria. Nesse encantamento a pessoa deve pegar um pedaço de grama, colocá-la na boca virando-se de leste a oeste, e recitar:“Kay o Kám, avriável,Kya mánge lele beshel!Káy o kám tel'ável,Kya lelákri me beshav.” Dito isso, a pessoa pega um pedaço de grama, pica e coloca na comida da pessoa amada. De acordo com as lendas, o praticante será procurado em breve pela pessoa amada. Nesse ponto devemos observar que essa mesma magia está de acordo com diversas tradições hindus que apresentam o mesmo método, mas para curar inimizades e ódios entre as pessoas. Temos também a palavra gadji (ou gadjô) que, nas línguas indo-asiáticas, significa ‘estrangeiro’, mostrando aí uma conexão maior do que imaginamos. Acredita-se que os ciganos sejam uma tribo que, por algum motivo, teria sido deslocada na complexa estrutura política indiana e, a partir de então, tenha iniciado uma vida nômade, construindo assim uma identidade supranacional. Dessa forma, levou suas tradições e ideais além das fronteiras da Índia, chegando até o Ocidente numa longa viagem através da Ásia e do Egito. E foi na Ilha de Creta, no século XIV, que foi realizado o primeiro registro sobre o povo do vento, assim chamado devido às suas constantes deslocações: viajando com o vento... Os ciganos estão divididos em várias tribos e clãs que se diferenciam por tradições e costumes e, embora alguns desses tenham abandonado o costume nômade, mantêm em comum a língua e alguns hábitos. Em vários locais onde se estabelecem essas particularidades, formam-se guetos, assim como ocorreu com o povo judeu. Pesquisadores chegam a catalogar dezenas de clãs e tribos diferentes, no entanto existe uma mescla de nomes e pronúncias diferentes. Os principais clãs são: Romanishi – conforme alguns estudiosos, uma das tribos mais antigas do mundo cigano e tem ligações com grupos de artistas que surgiram na Romênia do séc. XV. Calão – um dos grupos que ainda se mantêm apegado ao antigo estilo de vida cigano, sendo nômade e praticando a leitura de sorte nas ruas. Calderashi – os "metalúrgicos da estrada", da Idade Média, fazendo consertos em panelas e utensílios. Mesmo sendo nômades como os calões, mantêm-se firmes a várias tradições ciganas, sendo um grupo fechado. Mitchiuawa – músicos, trazem a alegria das letras ciganas e as tradições e lendas na forma de canções. Além do idioma que hoje continua sendo falado por todos os ciganos do mundo, há um outro fator que atrai e liga suas tradições ao mundo dos mistérios: sua magia.

Encantaria para dia 24-Santa Sara Kali


Encantaria para dia 24-Santa Sara Kali*1 Vela de Santa Sara 1 cacho de uvas ou 1 maça1 peça de ouro ou 7 moedas douradas. 1 incenso de sua preferência (menos alfazema)Peça a Santa Sara toda alegria, amor e fartura do Povo Cigano. Peça-lhe para abençoar o lar levando para bem longe qualquer problema ou doença.Após terminar a vela, junte as moedas ou a peça de ouro que estarão imantadas com toda proteção e bênçãos de amor e prosperidade do Povo Cigano.Elas deverão ser usadas como amuleto de proteção, se utilizar as moedas guarde-as em um saquinho vermelho e leve-as junto de você em sua carteira/bolsa.Namaste*A vela deve ser de 7 dias e podem ser utilizadas as cores brancas, azul e amarela

sábado, 23 de maio de 2009

Orações à Santa Sara Kali


Salve Santa Sara Kali- A Mãe protetora dos ciganos!Opcha,minha Sta.Sara Kali,mãe de todas as tribos ciganas dessa Terra Mãe de todos os ciganos e protetora das carruagens ciganas. Rezo invocando teu poder, minha poderosa Sta. Sara Kali,Santa Sara me ajude. Abra meus caminhos para a fé no teu poder milagroso. Venceste o mal, todas as tempestades Mãe dos mistérios ciganos que dá forçaa todos os ciganos no dom da magia, me fortaleça agora,sendo eu cigano ou não cigano, bondosa. Santa Sara,abrande os leões que rugem para me devorar.Santa Sara,afungente as almasperversas para que não possam me enchergar.Ilumine minha tristeza para a felicidade chegar, Rainha. Atravesaste as águas dos riose do mar por cima delas e não afundaste,eu invoco teu poder para eunão afundar no oceano da vida. Santa Sara, nos ilumine sempre.SALVE SANTA SARA!!!!!!!!!!!!!!!!! Optchá!!!

ORACIÓN GITANA PARA SARA KALISanta Sara por la fuerza del agua,Santa Saracon sus misterios puedan estar siempre a mi lado,por la fuerza de la naturaleza,nosotros hijosdel viento, de las estrellas,de la luna te pedimos que estes siemprea nuestro lado por la higa (amuleto), la estrella de cinco puntas,por los cristalesque han de brillar siempre en nuestras vidasy que los enemigos nunca nos ven como la nocheoscura sin estrellas y sin lunar(si en claro de la luna)A Tsara (casa) es el descanso del día a día,Tsara es nuestra tienda, Santa Sara me bendiga,me acompañe, Santa Sara ilumina mi tsara,para que a todos que tocan a mi puerta,yo tenga siempre una palabra de amor y de cariño para dar.Seu nome significa Cigana e Negra,Princesa e Serva.Sara é a santa dos oprimidos,acolhe os perseguidos e humilhados,traz proteção aos viajantes e aos doentes, e paciência aos aflitos.Ela também é invocada para ajudaras mulheres a alcançarem a maternidade,a boa saúde durante a gravidez e auxiliar no bom parto. A sua proteção também confere prosperidade, amor e vitória para qualquer dificuldade.Emanando sua energia de amor, protege também os casamentos e as noivas em especial.Sara, mãe e rainha, é a santa protetoravinda das águas que conquistou o milagre do mar!

ORAÇÃO A SANTA SARASanta Sara, pelas forças das águas. Santa Sara, pelos seus mistérios.Tu possas estar sempre ao meu lado. Eu, devota dos filhos dos Ventos, E que pelas fitas do Povo Cigano,a Estrela de Cinco Pontas, os Incensos;pelo meu altar, pela minha Cigana,eu possa ter sabedoria e amor paraajudar a toda criatura que viera mim em busca de auxílio. Santa Sara,eu vos peço que meus inimigos nunca me enxerguem,como sempre foste pare eles uma noite escura,sem estrela e sem luar. Santa SaraMe abençoe e acompanhe todos os meus amigos,e que sempre todos que baterem em minha portaeu tenha sempre uma palavra de amor e carinho para dar. Que eu nunca seja orgulhosa eque sempre continue a mesma pessoa sincerae bondosa que sempre fui, sou e tenho certeza serei. Assim seja!

Rituais de Santa Sara


Para garantir Prosperidade
Este ritual deve ser feito no dia 24/05.
Pegar uma cesta de vime e colocar uma fruta de cada. Quanto maior a variedade melhor. Juntar o trigo, pão sírio ou pão italiano e fazer um pedido à Santa Sara pela prosperidade.
Oferecer a cesta à Santa. Deixá-la durante três dias em casa e depois, no terceiro dia, abandonar a cesta debaixo de uma árvore qualquer.
Novena para a graça da Fertilidade
Compre um lindo lenço, bem colorido ou florido, como usam as ciganas, amarre-o em volta da imagem ou gravura da Santa Sara, pedindo por um bebê. Durante nove meses - que é o período de uma gestação - faça todos os dias a oração da Santa.
Segundo a lenda, a graça poderá ser concedida antse mesmo do fim da novena. Quando o bebê nascer, o lenço passará a ficar amarrado no berço até a criança completar 1 ano. Se for uma menina, costuma-se agradecer à Santa colocando o nome de Sara no bebê. Se for menino, nomes como Tiago e Lázaro, discípulos de Cristo que também estavam na barca de Sara Kali, são indicados. Mas também podem ser usados como segundo nome.
Para pedir uma Graça
Pegar uma imagem de Santa Sara Kali, uma taça de vinho tinto e uma taça com água.
Em uma noite de lua cheia você deve conversar com a Santa Sara: "Santa Sara Kali, eu me prontifico a fazer um manto para Vós na cor azul clara, se me ajudares neste pedido". E peça o que desejar...
Quando o pedido se realizar, você faz um manto para ela.
Sempre que fizer um pedido e obtiver uma graça, agradeça oferecendo um mantoà Santa sara. Esse ritual faz parte de seu culto e devoção.
Os ciganos relacionam as cores ao benefício de cada uma delas:
Branco - Paz de Espírito, Casamento, Agradecimento.

Azul - Proteção, Luz Espiritual, poder Intuitivo, Filhos.

Rosa - Amor, Compaixão, Maternidade.

Verde - Saúde, Agradecimento por bens adquiridos, Vitalidade.

Lilás - Carinho, Amor Correspondido.

Púrpura - Agradecimento por prestígio e vantagens profissionais.

Amarelo ou Dourado - louvores, Agradecimento por Vitórias.

Prateado - para atrair benefícios através dos anjos e santos.

Hino Cigano



Em Romani:
Dgelem Dgelem
Dgelem, Dgelem lungone dromentsa Maladjilem bhartalé romentsa Ai, ai, romale, ai shavalê (bis) Naís tumengue shavale Patshiv dan man romale Ai, ai, romale, ai shavalê (bis) Vi mande sas romni ay shukar shavê Mudarde mura família Lê katany ande kale Ai, ai, romale, ai shavalê (bis) Shinde muro ilô Pagerde mury luma Ai, ai, romale, ai shavalê (bis) Opré Romá Aven putras nevo dromoro Ai, ai, romale, ai shavalê (bis)
Em Português: Caminhei Caminhei
Caminhei, caminhei longas estradas Encontrei-me com romá (ciganos) de sorte Ai, ai ciganos, ai jovens ciganos Obrigado rapazes ciganos Pela festa louvor que me dão Eu também tive mulher e filhos bonitos Mataram minha família Os soldados de uniforme preto Ai, ai ciganos, ai jovens ciganos Cortaram meu coração Destruíram meu mundo Ai, ai ciganos, ai jovens ciganos Pra cima Romá (Ciganos) Avante vamos abrir novos caminhos Ai, ai ciganos, ai jovens ciganos!!!

24 DE MAIO É O DIA EM QUE COMEMORAMOS SANTA SARA KALI:


A LENDASanta Sara Kali...(A cigana escrava que venceu os mares com sua fé e virou santa)Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem provisões.Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Aí então Sara retira o diklô (lenço) da cabeça, chama por Kristesko (Jesus Cristo) e promete que se todos se salvassem ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo e à mercê de todas as intempéries, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit-Rhône, hoje a tão querida Saintes-Maries-de-La-Mer. Sara cumpriu a promessa até o final dos seus dias.Sua história e milagres a fez Padroeira Universal do Povo Cigano, sendo festejada todos os anos nos dias 24 e 25 de maio. Segundo Míriam Stanescon - Rorarni (princesa do clã Kalderash), deve ter nascido deste gesto de Sara Kali a tradição de toda mulher cigana casada usar um lenço que é a peça mais importante do seu vestuário: a prova disto é que quando se quer oferecer o mais belo presente a uma cigana se diz: Dalto chucar diklô (Te darei um bonito lenço).Além de trazer saúde e prosperidade, Sara Kali é cultuada também pelas ciganas por ajudá-las diante da dificuldade de engravidar. Muitas que não conseguiam ter filhos faziam promessas a ela, no sentido de que, se concebessem, iriam à cripta da Santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer no sul da França, fariam uma noite de vigília e depositariam em seus pés como oferenda um diklô, o mais bonito que encontrassem. E lá existem centenas de lenços, como prova que muitas ciganas receberam esta graça.Para as mulheres ciganas, o milagre mais importante da vida é o da fertilidade porque não concebem suas vidas sem filhos. Quanto mais filhos a mulher cigana tiver, mais dotada de sorte ela é considerada pelo seu povo. A pior praga para uma cigana é desejar que ela não tenha filhos e a maior ofensa é chamá-la de DY CHUCÔ (ventre seco). Talvez seja este o motivo das mulheres ciganas terem desenvolvido a arte de simpatias e garrafadas milagrosas para fertilidade..


ORAÇÃO EM ROMAIN:Manglimos Katar e Santa Sara Kali Tu Ke San Pervo Icana Romli Anelumia Tu Ke Biladiato Le Gajie Anassogodi Guindiças Tu Ke daradiato Le Gajie, Tai Chudiato Anemaria Thie Meres Bi Paiesco Tai Bocotar Janes So Si e Dar, E Bock, Thai O Duck Ano Ilô Thiena Mekes Murre Dusmaia Thie Açal Mandar Thai Thie Bilavelma Thie Aves Murri Dukata Angral O Dhiel Thie Dhiesma Bar, Sastimôs Thai Thie Blagois Murrô Traio Thie Diel O Dhiel..


VERSÃO EM PORTUGUÊS:Tu que és a única Santa Cigana do Mundo. Tu que sofrestes todas as formas de humilhação e preconceitos. Tu que fostes amedrontada e jogada ao mar. Para que morresses de sede e de fome. Tu sabes o que é o medo, a fome, a mágoa e a dor no coração. Não permitas que meus inimigos zombem de mim ou me maltratem. Que Tu sejas minha advogada perante à Deus. Que Tu me concedas sorte, saúde e que abençoe a minha vida. AMÉM..


ORAÇÃO...Sara, Sara, Sara, fostes escrava de José de Arimatéia, no mar fostes abandonada (pedir para que nada nos abandone: amor, saúde, felicidade, fé, amigos, dinheiro...).Teus milagres no mar se sucederam e como Santa te tornastes; à beira do mar chegastes e o ciganos te acolheram. Sara, Rainha, Mãe dos Ciganos, ajudaste e a ti eles consagraram como sua protetora e mãe vinda das águas. Sara, Mãe dos Aflitos, a ti imploro proteção para o meu corpo, luz para os meus olhos enxergarem até no escuro (pedir forças para os seus olhos, vidência), luz para o meu espírito e amor para todos os meus irmãos, brancos, negros, mulatos, enfim, a todos os que me cercam.Aos pés de Maria Santíssima, tu, Sara, me colocarás e a todos que me cercam para que possamos vencer as agruras que a terra nos oferece.Sara, Sara, Sara, não sentirei dores nem tremores, espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu com as águas me fará vencer (quando a pessoa não está bem e querendo resolver algo muito importante, nesse momento, beber três goles de água).Sara, Sara, Sara, não sentirei dores nem tremores e continuarei caminhando sem parar, assim como as caravanas passam, no meu interior tudo passará e a união comigo ficará; e sentirei o perfume das caravanas que passam deixando o rastro de alegria e felicidade. Teus ensinamentos deixarás!Amai-nos Sara, para que eu possa ajudar a todos que me procurem, ajudados pelos poderes de nossos irmãos ciganos. Serei alegre e compreensiva(o) com todos os que me cercam.Corre no Céu, corre na Terra, corre no Mundo e Sara, Sara, Sara, estará sempre na minha frente.Assim como os ciganos pedem: Sara fique sempre na minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito.E assim dizemos: somos protegidos pelos ciganos e pela Sara que me ensinará a caminhar e a perdoar.Reze três Ave-Marias: a 1ª para Santa Sara, a 2ª para os Ciganos e a 3ª para você..


ORAÇÃO...Farol do meu caminho! Facho de Luz! Paz! Manto Protetor! Suave conforto. Amor! Hino de Alegria! Abertura dos meus caminhos! Harmonia! Livra-me dos cortes. Afasta-me das perdas. Dai-me a sorte! Faz da minha vida um hino de alegria, e aos seus pés me coloco, minha Sara, minha Virgem Cigana. Toma-me como oferenda e me faz de flor profana o mais puro lírio que orna e traz bons presságios à Tenda. Salve! Salve! Salve!. ORAÇÃO...Faça essa oração, sempre que precisar de energia:Santa Sara, pelas forças das águas, Santa, com seus mistérios, possa estar sempre ao meu lado, pela força da natureza. Nós, filhos dos ventos, das estrelas e da lua cheia, pedimos à Senhora que esteja sempre ao nosso lado; pela figa, pela estrela de cinco pontas, pelos cristais que hão de brilhar sempre em nossa vida. E que os inimigos nunca nos enxerguem, como a noite escura, sem estrelas, sem luar. A Tsara é descanso do dia-a-dia, a Tsara é nossa tenda. Santa Sara me abençoe; Santa Sara me acompanhe. Santa Sara, ilumina minha Tsara, para que a todos que batam a minha porta, eu tenha sempre uma palavra de amor e de carinho. Santa Sara, que eu nunca seja uma pessoa orgulhosa, que eu sempre seja a mesma pessoa humilde..


ORAÇÃO...Santa Sara, minha protetora, cubra-me com seu manto celestial. Afaste as negatividades que porventura estejam querendo me atingir. Santa Sara, protetora dos ciganos, sempre que estivermos nas estradas do mundo, proteja-nos e ilumine nossas caminhadas. Santa Sara, pela força das águas, pela força da Mãe-Natureza, esteja sempre ao nosso lado com seus mistérios. Nós, filhos dos ventos, das estrelas, da Lua cheia e do Pai, só pedimos a sua proteção contra os inimigos. Santa Sara, ilumine nossas vidas com seu poder celestial, para que tenhamos um presente e um futuro tão brilhantes, como são os brilhos dos cristais. Santa Sara, ajude os necessitados; dê luz para os que vivem na escuridão, saúde para os que estão enfermos, arrependimento para os culpados e paz para os intranqüilos. Santa Sara, que o seu raio de paz, de saúde e de amor possa entrar em cada lar, neste momento. Santa Sara, dê esperança de dias melhores para essa humanidade tão sofrida. Santa Sara milagrosa, protetora do povo cigano, abençoe a todos nós, que somos filhos do mesmo Deus.

Homenagem ao Povo Cigano


Povo cigano Povo errante, que vem do Oriente Salve sua Força Salve sua Luz Povo que trilhou verdes penedos Atravessou os cascalhos de rios cantantes Coroados pela luz das fogueiras Iluminados pela claridade do luar Movidos pela antiga e mística Magia Cuja sabedoria oculta Traz a visão e os números A arte de ler mãos e almas Povo encantado Povo marcado……. Tens sob a alegria estes olhos tristes Sob as vestes coloridas o coração dolorido Quantos foram perseguidos e colocados sob grilhões… Pois prender um cigano é decretar-lhes morte Quanta superação, tanta riqueza de saber da alma humana Ah, Povo cigano, com seu riso Seu orgulho e altivez, Elucida nossas mentes Abra nossas almas Desimpeça nossos atos Livre-nos de todo o medo Ensina-nos também A dançar, cantar, viver de um amanhecer a outro Da´-nos forças de cumprir nossos desígnios Segue conosco nesta senda de incógnitas Ajude-nos a desvendar estes mistérios Resolver nossas próprias contendas Termos fogo no olhar, vivacidade no sorriso E Amor no coração Salve Povo Cigano Salve Sarah Khali!!!!!!! OPTCHÁ!!!!!!!!

O Pai Nosso Esotérico


O Pai aqui é nosso Ser Interno, que é, que existe, em nossos Mundos Superiores de Consciência. Esse Céus são nossos estados de supra-consciência. É a primeira parte da Invocação, onde se Conjura o nome sagrado de Deus.
1. SANTIFICADO SEJA VOSSO NOME
O nome de Deus aqui está sendo usado de forma pura e devota. Devemos aqui aprofundar nossa entrega a Ele. Nesse momento a Graça de Deus começa a descer sobre nós, depois de invocado o Nome do Pai. Essa Graça, essa Energia Cósmica, começa a iluminar nosso corpo espiritual, Atman, e nosso chacra coronário. A cor é violeta.
2. VENHA A NÓS O VOSSO REINO
Aqui devemos pedir que toda a sua Presença e Poderes trabalhem sobre nós, para que sejamos Transformados. Corresponde ao corpo da Consciência (nosso verdadeiro Lar é nossa Consciência), ou corpo búdico, e o chacra é o frontal. As cores são o azul e o rosa.
3. SEJA FEITA A VOSSA VONTADE
Imploramos que a Vontade dEle se faça, e que conheçamos essa Vontade para que a obedeçamos conscientemente. O Conhecimento (Gnose) nos ajuda a Ter a verdadeira Fé, ou Fé Consciente. Corresponde ao corpo Causal, Manas ou, ainda, corpo da Vontade.
4. ASSIM NA TERRA COMO NOS CÉUS
Devemos implorar ao Pai que harmonizemos nossa vida material com a espiritual, “viver no mundo mas não pertencer a ele”, como diziam os Cátaros. Os céus são representados por um triângulo que desce e a terra por um triângulo que sobe. Essa harmonia forma a Estrela de Seis Pontas, a qual representa o chacra cardíaco. Corresponde também ao corpo mental. A mente é o intermediário que une o físico ao espiritual. Ou a mente está a favor do espírito ou a favor da matéria.
5. O PÃO NOSSO DE CADA DIA DAI-NOS HOJE
Esse Pão é a energia curativa da Divindade que abastece nossa bateria principal, que se localiza no chacra solar (onde se acumulam nossos átomos solares, ou Prana). Corresponde ao corpo astral.
6. PERDOAI NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO
Com essa Graça poderemos Ter energia suficiente para nossos karmas serem perdoados pelos Senhores da Justiça Divina. As ofensas verdadeiras correspondem, no mundo das energias, a nosso chacra prostático/uterino, pois a Fornicação, sendo uma ofensa ao Espírito Santo, deve ser paga de qualquer jeito. (”Todos os pecados serão perdoados, menos aquele cometido contra o Espírito Santo.) Essa energias sexuais mal canalizadas nos desconectam de nosso Ser Interno. Corpo etérico, ou corpo da saúde.
7. MAS LIVRAI-NOS, SENHOR, DE TODA A ILUSÃO E DE TODO O MAL
Somente a Presença Divina pode anular toda a energia negativa que tende a nos levar à inconsciência. Esse mal, energeticamente falando, corresponde ao nosso chacra básico, o qual é assento não somente da sagrada Kundalini, mas também, em seu aspecto negativo, ao Átomo do Inimigo Secreto. É a concentração das energia atômicas negativas, as quais invadem todo o corpo quando morremos, quando a consciência abandona o corpo.
AMÉN… AMÉN… AMÉN…
O Amén coresponde ao AOM oriental, e significa Eu Aceito, Faça-se, Cumpra-se, Realize-se. Ou, Que Assim Seja, Desejo que isso faça parte de mim…

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Feitiço para proteger suas amizades


Se você tem bastantes amigos, cuide desse dom, protegendo-se como o mau-olhado dos invejosos.
Você precisará de:- Uma fita vermelha (99 cm bem medidos);- Uma caneta vermelha;- Um anel ou aliança de ouro;
Na terceira noite de Lua Cheia, após as nove horas da noite, de modo que possa ver a Lua, escreva na fita o nome de todos os amigos que conseguir se lembrar. Não importa se esquecer alguns deles. O que importa que se lembre de um número suficiente para escrever dos dois lados da fita.
Feito isso, passe a fita três vezes por dentro do anel de ouro.
Peça a uma pessoa do sexo oposto que amarre essa fita em seu pulso esquerdo, onde você deverá deixar, até que caia sozinha. Quando isso acontecer, queime-a num jardim, longe de plantas com espinho, porém.
Observação: Alguns registros recomendam que você faça novamente o ritual, assim que a fita cair. Outros dizem que basta fazer o ritual uma vez por ano, na terceira noite da primeira Lua Cheia.

ORAÇÃO PARA UMA CIGANA


És uma linda flor que desabrocha no amanhecer és um espírito de luzÉs a lua que clareia nossas mentes para que possamos dar um conselho na hora certa.És o espírito que nos dá força para superarmos todos os nossos obstáculos.És a estrela brilhante que ilumina nossas vidas neste planeta Terra.És um espírito maravilhoso que à noite vigia nossos sonhos, impedindo a aproximação de espíritos maléficosCigana, com tuas fitas coloridas, estás sempre transmitindo a força do arco-íris.Sempre que o aflito te invocar, possas transmitir-lhe a energia da paz, da harmonia e da consolação.Que, ao olhar a chama de uma vela, possamos sentir a tua presença.Que, ao tocar um cristal, possamos sentir a tua energia positiva.Que, ao sentir o aroma de violetas, possamos sentir que estás nos confortando.Cigana, cobre-nos com tua saia colorida, escondendo-nos dos invejosos e mostrando a eles que o caminho não é esse.Cigana encantada, que nesta hora possamos sentir segurança, paz e felicidade.Com teu encanto, encanta coisas boas para que os nossos caminhos não tenham obstáculos.Desencanta todas as perturbações que existam nos lares, Cigana, cura aqueles que estejam doentes do espírito, da alma, da matéria,Com o poder do Pai-SolCom o poder da Mãe- Terra,Nós te pedimos que nossos pedidos sejam atendidos.Por Santa Sara, a padroeira dos ciganos, e por todos os espíritos ciganos que viveram e sofreram nesta Terra, nesta corrente de fé, Cigana.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

ORAÇÃO A SANTA SARA KALI


Minha Mãe e querida Sara Kali, que em vida atravessaste os mares e com vossa fé levaste à vida novamente todos que contigo estavam; Vós que Divina e Santa és amada e cultuada por todos nós, mãe de todos ciganos e do nosso Povo Senhora do amor e da misericórdia Protetora dos Rom Vós que conhecestes o preconceito e a diferença Vós que conhecestes a maldade muitas vezes dentro do coração humano Olhai por nós Derramai sobre vossos filhos, vosso amor vossa Luz e vossa paz Dái-nos vossa proteção para que nossos caminhos Sejam repletos de prosperidade e saúde Carrega-nos com vossas mãos e protegei nossa liberdade, nossas famílias e colocai no homem mais fraternidade Derramai vossa Luz nas vossas filhas, para que possam gerar a continuação livre do nosso povo Olhai por nós em nossos momentos de dificuldade e sofrimento, acalmai nossos corações nos momentos de fúria, guardai-nos do mau e dos nossos inimigos, derramai em nossas cabeças vossa Paz para que em paz possamos viver abençoai-nos com Teu amor Santa Sara Kali, que ao Pai celestial possas levar nossas orações e abrandar nossos caminhos Que Vossa Luz possa sempre aumentar em Teu Amor, misericórdia e no Pai E que asssim sejas louvada para todo o Sempre. Tradução para o idioma Romani(ou romanez): Morri Dei Santa Sara Que andro traio naclin e moria Tiro patiamos tsodian o traio nevo As le manuchi que tussa sas Tu que san Deulicani Kai sa amem camasto Dei as le Romeng Dei lachi Kai ertis Kai les sama le Romen Tu kai janes so amem nacas Tu kai janes o nassulimos but data ândre Andar ando ilo le manuchesco Dik pe amende Chude pe tire chavê , tiro lusso, dragussuime Le amem sama ai amare droma, te aven bárrtalê Ai sativeste Ninguer amem tche vastessa ai droma putarde Amare familía , ai tso ando manuchi mai draguestosso Te avel Chude tiro lusso, ande tire cheia, te chai aven lê chave, Ande pesco traio Dik pe amende, ando nassulimos, le sama amaro ilô Le chassuria Le rrolharico, le sama nassulimos e catar amarê dusmaia Ai chude pe amaro chêro tiro bragossuimos Sara Kali, amaro Dat Baro chai ningueras amaro rudimos ai putrel amare droma que tiro lusso bariol ando Del Ai te aves Bari mascar amende sorro traio.

SANTA SARA KALI

SANTA SARA KALISob vossa proteção, caminhona confiança de sua bondade que junto com a virgem Maria, me protegem, me livrando do perigo...Minha querida Santa Sara Kali, sinto o perfume do povo da lua,que passam deixando na estradado destino a mensagem de Jesus..Tenho a boa sorte de seu povoque com suas roupas coloridas, me ensinam que querer é podere eu posso...Junto com as três Maria, a senhora olha por mim, me envolvendo com o perfume das flores, que nasceram de minhafé, quando pedi seu auxilio...Santa que aos pés de Jesus, deixastes suas lagrimas, pedindo justiça, ganhaste de Deus a bençãode proteger, a quem a senhorarecorre, nos protegendo na estrada da vida...Na procissão, onde as carruagensda fé passam, deixam um rastro de flores, indo em direçãoda lua, para comemorar aosom do violino,este dia especial, em que um povo que te adoradançam para agradecer sua proteção(por Rogério Miranda)

Magias ciganas


Para Reconciliação
Com o auxílio de um alfinete, escreva sete vezes o nome da pessoa amada numa vela branca. Unte essa vela com mel, seguindo sempre o sentido do pavio para baixo. Mentalize que essa vela representa seu amor e coloque outra juntinho dela, bem encostada, simbolizando você. Acenda as duas, ao lado de um copo contendo água e um ramo de salsinha bem verde. Peça para a corrente dos Ciganos do Oriente trazer seu amado de volta.

Para ter Paz no Amor
Com o auxílio de uma colher, corte uma maçã bem vermelha em sete partes (não use faca). Coloque esses pedaços de maçã num prato virgem, juntamente com oito tâmaras. Por cima da maçã, ponha seu nome e o nome do seu amado anotados num papel. Cubra tudo com mel e entregue em campo aberto, pedindo para os ciganos do astral trazerem paz, prosperidade e entendimento para vocês dois.

Para Conseguir um Amor
Cozinhe sete batatas doces e amasse-as com bastante açúcar. Assim que obtiver um purê bem consistente, faça duas bolas, colocando no meio um papel com o seu nome e o nome da pessoa que você ama. Ponha as bolas num prato virgem. Com a ponta de uma faca faça uma pequena abertura em cada uma. Nessas aberturas, despeje óleo de amêndoa doce e coloque uma moeda de maior valor (um real, atualmente). Leve essa oferenda para um campo aberto e entregue para os ciganos mercadores de amor.

Para Conquistar um novo amor
Os ciganos são passionais, mas não se desesperam, quando perdem um amor. Tentam, dentro do que é razoável, reconquistar o amor perdido, pois não gostam, também, de entregar de mãos beijadas o que lhes pertencem. Compreendem, com mais facilidade que os "gadjos", a sutil constituição do sentido do amor que, quando se rompe, dificilmente pode ser reparado. Ao invés de chorar e se desesperar, tentando todas as simpatias existentes para remendar o que está estragado, acreditam no ditado que diz que nada melhor para esquecer um amor que um novo amor. Esta simpatia é muito usada e conhecida entre nós.

Pegue uma foto de seu ex-amor e vá a beira de um rio. Pique bem picadinha a fotografia e depois jogue-a na água. Em seguida, recolha três porções de areia ou de terra do fundo do rio, deposite em um copo virgem e leve para casa. À sombra de uma árvore frutífera, qualquer uma, exceto limão, junte três porções de açúcar, três colheres de mel e três pétalas de rosa vermelha. Faça um buraco junto à raiz da árvore e enterre o copo, cobrindo bem com terra e nivelando o terreno após isso... Seu novo amor estará a caminho.

Para Fidelidade
Este é um problema sério para quem ama, pois por maior que seja o amor, sempre existe uma pontinha de desconfiança, já que as tentações do mundo são muitas. Não há como evitar o ciúme, uma vez que a confiança total é algo que ninguém admite em matéria de amor. Nisso eu tenho certeza que ciganos e "gadjos" são iguais. O melhor mesmo é se prevenir com um encantamento bem eficiente como esta antiga magia cigana.

Pegue uma argola de ferro pequena, dessas usadas em arreios de animais, passe por dentro dela sete vezes um cordão de prata ou de ouro, um anel ou um pingente. Após isso, dê a jóia para a pessoa amada usar sempre, enquanto guarda a argola de ferro dentro de um sapato seu, debaixo de sua cama, onde ninguém deverá mexer. Observação: Para desmanchar esta magia, a outra pessoa deverá devolver a jóia, que deverá ser passada novamente sete vezes pela argola. A jóia você poderá vender ou dar a outra pessoa, mas jamais usar. A argola de ferro deverá ser atirada em água corrente.

Para o Seu Amado sempre sentir Desejo
É importante que aquele desejo inicial se mantenha sempre entre um casal que se ama, fazendo com que a química sexual os faça ficar excitados somente com o toque ou o cheiro da pele da outra pessoa. Os cientistas afirmam que se trata mesmo de uma espécie de reação química, provocada pelos sentidos. Assim, se você e seu amor sentirem que essa reação anda diminuindo, apele rapidinho para este encantamento.

Numa segunda - feira, desde que não seja Lua Minguante, compre uma faca pequena de ponta e guarde-a fora da bainha, enrolada num lenço branco de seda. Sempre que você e seu amor forem se amar, passe mel na parte de cima de uma maçã e, depois crave ali a faca. Deixe tudo debaixo da cama até o dia seguinte, quando a faca deverá ser lavada em água corrente e enrolada de novo no lenço. A maçã deverá ser atirada para os pássaros.

Para Arrumar Namorado
Sempre que sair de casa para uma festa ou um encontro de pessoas do sexo oposto, pegue uma fitinha vermelha e dê três nós nela, colocando-a do lado esquerdo de seu corpo, num bolso ou presa a uma peça de roupa.

Para um casamento feliz
O casamento para os ciganos é um compromisso muito sério e, ao mesmo tempo, um acontecimento do qual participam todos os membros do clã. Para nós, a felicidade não pode ser negligenciada em momento algum e o casal deve estar sempre atento, para que o relacionamento se perpetue. Muitas magias são feitas no dia do casamento. Esta é uma das mais comuns.

No dia de seu casamento pegue três fitas de cores diferentes, escreva em todas elas o seu nome e o do noivo, trançando-as em seguida para formar uma pulseira, à qual devem ser pendurados três pingentes de ouro, um representando uma fruta, outro um astro e o terceiro uma figura humana. Use-a durante a cerimônia e pelo menos uma vez por mês, sempre no pulso esquerdo

Para Manter-se no Emprego
Compre uma pequena figa, de preferência de madeira, mais ou menos do tamanho do seu dedo médio. Numa sexta-feira, ao sair para o trabalho, leve a figa com você. Lá, no seu emprego, procure esconder a figa num lugar onde somente você saiba. Ao escondê-la diga: Essa figa é minha segurança nesse trabalho.

Para Encontrar um Bom Emprego
Compre um copo e, em casa, encha-o com água. Tome um banho e, ao enxaguar-se, jogue a água do copo pelo seu corpo. Num pedaço de papel branco escreva o seu nome completo. Dentro desse copo coloque o papel com o seu nome, uma colher de sopa de açúcar ou mel de abelhas e complete com água limpa. Ponha esse copo num lugar bem alto, em sua casa, deixando-o ali por sete dias, renovando o processo, a cada sete dias enquando não conseguir o emprego. Todos os dias diante do copo reze uma Ave-Maria, um Pai-Nosso oferecendo a Santa Isabel e a Oração ao Santo Expedito. Assim que conseguir emprego, tome um banho e, ao enxaguar-se, jogue a água do copo pelo corpo do pescoço para baixo. Por fim, jogue o copo no mar ou em água corrente e clara.

Encantamento para Emprego (2)
Enfie dois pregos numa maçã enterrando-a. enquanto você executa essa simpatia, deve ter em mente conseguir um bom emprego. Assim que conseguir, desenterre a maçã, retire os pregos. A seguir, jogue a maçã no mar ou em água corrente e clara.

Encantamento para Emprego (3)
Pegue um pedaço de papel branco e escreva o nome da firma onde você deixou seu currículo. Enrole nesse papel uma chave. Encha um copo com água limpa e coloque nesse copo um pouco de açúcar. Coloque o papel com a chave dentro desse copo. Por sete dias mantenha esse copo num lugar bem alto de sua casa. Diante desse copo reze todos os dias para Santo Expedito. No oitavo dia, jogue a água do copo em água corrente e, durante o banho, passe a chave pelo corpo inteiro. Depois, deixe a chave numa igreja, aos pés de um santo de sua devoção.

Para Prosperidade
Vá até um jardim florido e estenda no chão um cetim azul cortado em forma de quadrado. Bem no meio, coloque um prato dourado com frutas doces (banana, mamão, maçã, sapoti, etc...) e sete qualidades de doces finos. Ao lado do prato, coloque um cravo azul e um cravo branco. Acenda uma vela azul em cada canto do pano e ofereça para o cigano Wladimir, pedindo para ele lhe trazer o que você quiser (trabalho, prosperidade, amor, etc...).

Para Prosperidade (2)
Num prato de louça virgem, coloque um punhado de alpiste e sete moedas. Despeje mel por cima, mentalizando todas as coisas materiais que deseja obter. Entregue essa oferenda num jardim bem bonito, ao lado de uma vela amarela acesa, pedindo em voz alta para os ciganos mercadores trazerem a riqueza e a felicidade que você merece.

Banho da sorte dos Ciganos Kalderash
Esse banho proporciona grande sorte e prosperidade a quem dele se utiliza. Deve ser tomado três vezes seguidas a cada seis meses, na Lua Crescente, a noite, sexta, sábado ou domingo. Antes do banho, acenda uma vela branca e reze para seu anjo de guarda.

Aqueça dois litro d'água e adicione sândalo em pó, cravo e canela, açúcar cristal, sete gotas de perfume, noz moscada, essência de patchuli, mel de abelhas puro, alevante e colônia. Jogue da cabeça para baixo mentalizando prosperidade.

Para Conseguir Sempre Bons Negócios
Arranje um pedacinho de imã. Pegue um perfume que você gosta. Banhe o imã com esse perfume, dizendo: "Por este imã, que irá atrair sempre ótimos negócios para mim e que irá repelir qualquer mal, eu ponho fé". Feito isso, coloque o imã num bolso de sua roupa. Esse imã deverá acompanhá-la por toda a sua vida.

Para Multiplicar seu Dinheiro
Num jardim muito florido, atire sete moedas do menor valor possível. Em seguida, diga em voz alta: "Crianças invisíveis, estou lhes oferecendo estas moedinhas e quero, em troca delas, milhões de moedas de maior valor."

Para atrair Lucros e Dinheiro
Em uma noite de Lua Cheia. Pegue a nota de dinheiro de maior valor que você tiver no bolso ou na carteira. Segurando essa nota pelas extremidades, com as duas mãos, mostre-a a lua cheia e diga: "Lua cheia que viajas para o Oriente, quando voltares traga-me bastante dessa semente." Repita essa frase três vezes, dando três estalos na nota a cada repetição.

Para jamais faltar Dinheiro (1)
Junte 28 grãos de milho e 12 moedas. Nos quatro principais cantos de sua casa, em cada um, coloque 7 grãos de milho e 3 moedas. Não permita que ninguém mexa nos grãos de milho e nas moedas.

Para jamais faltar Dinheiro (2)
Você vai precisar de uma moeda, de um pedaço de pano vermelho e de uma fita bem amarela. Numa manhã de sol, embrulhe a moeda no pano vermelho e amarre com a fita amarela. Vá para um lugar onde possa ficar ao sol e onde ninguém possa vê-la. Erga o pacotinho com a moeda na mão direita, em direção ao sol, e diga: "Meu talismã, poderoso, que recebe energia que vem do sol e que me trará, por toda a vida muito dinheiro em negócios e em jogos." E mantenha sempre esse talismã num dos bolsos de sua rouproupa ou dentro da bolsa

Banho contra o Olho Grande
Este banho você deve fazê-lo na lua minguante, segunda-feira e à noite. Acenda uma vela branca para o seu anjo de guarda, aqueça dois litros d'água e acrescente: raspa de casca de aroeira, um dente de alho socado, mel puro e sal grosso. Jogue por todo o corpo deixando escorrer sem se enxugar.

Banho para Defender e Acalmar uma Criança
Colocar em água aquecida um punhado de alfazema, esperar esfriar e jogar da cabeça para baixo. Acender uma vela branca e rezar o Pai-Nosso.

Banho de Defesa contra os Inimigos
Aquecer dois litros d'água e acrescentar as seguintes ervas: Vence Demanda, Bem com Deus e Abre Caminho. Tomar esse banho segunda, terça e quinta-feira com vela branca para seu anjo de guarda acesa.

Para superar um Obstáculo
Na hora em que o sol estiver se pondo ou nascendo, faça uma cruz no chão, representando os quatro pontos cardeais: Norte, Sul, Leste e Oeste. Acenda uma vela branca no ponto central dessa cruz, e vá recitando a seguinte oração: "Recupera-se o perdido, rompe-se a dura prisão. Longe do furacão, cede-se o mar embravecido." Você certamente conseguirá o que deseja num prazo de dez dias. Quando isso acontecer faça algum gesto caridoso a pessoas necessitadas.

Para proteger sua Casa
No primeiro dia de lua minguante, coloque em um balde de água limpa meio quilo de sal grosso. Acenda uma vela branca e faça uma oração para o seu anjo de guarda para que lhe proteja durante a sua magia. Acenda um incenso de cânfora e coloque um copo com água ao lado da vela. Lave as paredes de sua casa com a água e o sal do balde, rezando sempre uma oração de sua preferência. Coloque três rosas brancas em seu quarto.

Para evitar Mau-Olhado no Casamento
Pegue dois dentes de alhos secos e coloque-os dentro de um copo com água de mina. Coloque esse copo debaixo da cama do casal e deixe lá numa sexta-feira, do momento em que seu marido se levantar até a hora em que ele se deitar. Após isso retire o copo e jogue seu conteúdo num vaso ou canteiro onde tenha plantado Espada-de-São-Jorge e Comigo-Ninguém-Pode.

Chá Cigano


Ingredientes e seus significados:
- Chá mate, chá preto ou erva cidreira (mesmo significado da água, purificação)- Mel (doce da vida)- Uva (prosperidade, fartura e tb fertilidade)- Maçã (sabedoria e amor)- Morango (alegria)- Damasco, Pêssego ou Pêra (sensualidade)- Limão (afasta a negatividade)
Os ciganos costumam tomar chá mais de uma vez por dia, geralmente com maçã picada ou casca de maçã com canela, porém, o chá com todas essas frutas, é ritualisticamente realizado nas noites de Lua Cheia.
Primeiro macera-se as frutas e o mel dentro da xícara, não esquecendo de fazer um ou mais pedidos, preferencialmente enqto olha para a Lua. Depois de bem macerado, acrecenta-se o chá morno e está pronto para beber! Uma delícia!!

O poder dos chás


Advinhação
1 colher de sopa de chá preto2 colheres de chá de melissa1 colher de chá de eufrásia1 colher de sopa de artemísia1 colher de sopa de fruto de roseiraCura Psíquica
1 colher de sopa de chá preto1 colher de chá de flor de sabugueiro1 colher de chá de urtiga2 colheres de chá de raiz de bardana2 colheres de chá de verbasco2 colheres de chá de fruto de roseiraEncantamento de Amor
1 colher de sopa de chá preto1 colher de chá de damiana1 colher de chá de folha de amora2 colheres de chá de camomila2 colheres de chá de verbasco2 colheres de chá de fruto de roseiraMeditação
1 colher de sopa de chá preto2 colheres de chá de camomila1 colher de chá de fruto de roseira2 colheres de chá de flor de sabugueiroPurificação
1 colher de sopa de chá preto2 colheres de chá de erva-doce1 colher de chá de valeriana1 colher de chá de camomila2 colheres de chá de hissopoRelaxamento
1 colher de sopa de chá preto1 colher de chá de flor de sabugueiro2 colheres de chá de fruto de roseira1 colher de chá de camomila2 colheres de chá de lúpulo1 colher de chá de valerianaEncantamentos de Saúde
1 colher de sopa de chá preto2 colheres de chá de erva-doce1 colher de chá de menta2 colheres de chá de fruto de roseira1 colher de chá de flor de sabugueiro2 colheres de chá de lúpulo1 colher de chá de verbasco1 colher de chá de carvalho brancoProteção
1 colher de sopa de chá preto2 colheres de chá de flor de sabugueiro1 colher de chá de flor de tília1 colher de chá de valeriana2 colheres de chá de raiz de bardana1 colher de chá de confrei1 colher de chá de hissopo2 colheres de chá de fruto de roseiraAlém de chás mágicos, existem algumas combinações que são simplesmente uma forma agradável de nos conectarmos às divindades da terra, a Deusa e o Deus. Para esse tipo de aproximação com a natureza, tente essas combinações de ervas:
chá preto, fruto de roseira e hissopo;
flor de tília e camomila;
chá preto, camomila e fruto de roseira;
chá preto, raiz de dente-de-leão, fruto de roseira e camomila;
chá preto, flor de sabugueiro, lúpulo e fruto de roseira.


Observação: As ervas não devem ser fervidas mas sim colocadas em infusão na água quente

quinta-feira, 14 de maio de 2009

ORAÇÃO CABALÍSTICA DA LUA



Treze mil Raios tem o Sol, Treze mil Raios tem a Lua, Treze mil vezes se arrependam nossos Inimigos Ocultos...
Com infinita humildade e grande amor, em nome do terrível Tetragrammaton, eu vos invoco, Seres Inefáveis.
Em nome de Adonai e por Adonai, Adonai, Eye, Eye, Eye, Kadosh, Kadosh, Kadosh, Achim, Achim, Achim, La, La, La, Forte La... Que resplandeceis sempre gloriosos na montanha do Ser, eu vos rogo por misericórdia que me auxilieis agora. Tende piedade de mim que nada valho, que nada sou.
Adonai, Sabaoth, Amathai, Ya, Ya, Ya, Marinat, Abim, Iehia, Criador de tudo o que é e será.
Vos rogo em nome de todos os Elohim que governam a primeira Legião, sob o comando de Orfamiel, pelos 13 mil Raios da Lua e por Gabriel, para que me socorrais agora mesmo. Vinde a nós, por Adonai, o Anjo da Alegria e da Luz. Reconheço que sou tão-só um mísero verme do lodo da terra. Amém...

A ORAÇÃO CABALÍSTICA


Sejam favoráveis a mim, Oh Poderes do Reino Divino
Possam a Glória e a Eternidade estar em minhas mãos, esquerda e direita,
para que eu possa obter a Vitória
Possam a Piedade e a Justiça restaurarem minha alma à sua pureza original
Possam o Entendimento e a Sabedoria Divinos conduzirem-me à eterna Coroa
Espírito de Malkuth, Tú que trabalhastes e conquistastes;
colocai-me no Caminho do Bem
Guiai-me aos dois pilares do Templo, Jakim e Boaz,
para que possa repousar sobre eles
Anjos de Netzah e Hod, sejais meus pés,
para que possa postar-me firme sobre Yesod
Anjo de Gedulah, consolai-me. Anjo de Geburah,
atinjí-me, se necessário, e fazei-me mais forte,
para que eu possa merecer a influência de Tifereth
Oh Anjo de Binah, dai-me Luz
Oh Anjo de Chokmah, dai-me Amor
Oh Anjo de Kether, concedei-me a Fé e a Esperança
Espíritos do Mundo Yetzirático, retirai-me das trevas de Assiah
Oh triângulo luminoso do Mundo de Briah,
fazei-me ver e entender os mistérios de Yetzirah e Atziluth
Oh Sagrada Letra Shin
Oh Ishim, assistí-me pelo nome de Shadai
Oh Kerubin, dai-me força através de Adonai
Oh Beni Elohim, sejais meus irmãos em nome de Tzevaot
Oh Elohim, lutai por mim, pelo Sagrado Tetragramaton
Oh Melakim, protejei-me através de Jehovah
Oh Seraphim, dai-me amor sagrado em nome de Eloha
Oh Chashmalim, iluminai-me pelas tochas de Eloi e da Shekinah
Oh Aralim, anjos de poder, sutentai-me por Adonai
Oh Ophanim, Ophanim, Ophanim, não esquecei de mim,
e não me retirai do Santuário
Oh Chaiot ha Kadosh, gritai alto como águia,
falai como homen, rugí e abaixo
Kadosh, Kadosh, Kadosh, Shadai
Adonaim Jehovah, Ehyeh asher Ehyeh
Haleluia. Haleluia. Haleluia.
Amen. Amen. Amen.
Esta Oração deve ser feita toda manhã e toda noite, e deve ser recitada como uma preliminar a todos os grandes cerimoniais mágicos e Cabalistas; deve ser recitada voltada para o oriente com os olhos elevados aos céus, ou fixos no emblema Cabalístico do sublime Tetragramaton.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Prece aos Pretos Velhos 2


Ao Sagrado Princípio do Todo invocamos, do mais íntimo de nossa Consciência, em sinal de reverência à Verdade, ao Amor e à Virtude, propositando cooperar junto às Legiões de Pretos Velhos, Índios, Hindus e Caboclos, para os serviços que são chamados a desempenhar na Ordem Doutrinária.
Ao Cristo apelamos, como Diretor Planetário e Senhor dos Sete Escalões em que se distribui a Humanidade Terrestre, composta de encarnados e desencarnados,desejando oferecer colaboração eficiente, de caráter fraterno, em defesa da Verdade e da Justiça, contra aqueles que, contrariando os Sagrados Objetivos da vida, se entregam aos atos que contradizem a Lei de Deus. Conscientes da integridade da Justiça Divina, afirmamos a mais fiel e intensa observância dos Mandamentos da Lei, conforme o Divino Exemplo do Verbo Exemplar, para todos os efeitos invocativos. Acima de alternativas constituirá barreira contra o Mal, em qualquer sentido em que se apresente, venha de onde vier, seja contra quem for, conquanto que, em defesa da Verdade, do Bem e do Bom.
Conseqüentemente, que aos bondosos Pretos Velhos seja dado refletir, em seus trabalhos, os sábios e santos desígnios daqueles que, traduzindo a Divina Tutela do Cristo Planetário, assim determinarem das Altas Esferas da Vida. Que as legiões de Índios, simples, espontâneas e valorosas, sempre maravilhosamente ligadas à natureza exuberante, possam agir sob a direção benévola e rigorosa dos Altos Mentores da Vida Planetária. Lutando pela Ordem e pelo Bem, pelo progresso no seio do Amor, que tenham de Deus as graças devidas. Que às numerosas legiões de Hindus, profundamente ligadas às mais remotas Civilizações do Planeta, formando portanto nas Altas Cortes da Hierarquia Terrestre, sejam concedidas pelo Senhor Planetário as devidas oportunidades, para que forcem, sustentem e imponham a Suprema Autoridade. Que nesta hora cíclica, em que a Terra transita de uma para outra Era, as Mentes humanas possam receber os eflúvios da Pureza e da Sabedoria, a fim de que sintam os Divinos Apelos do Cristo, em favor dos Santos Desígnios do Pai amantíssimo, que é a divinização de todos os filhos. Que as legiões de Caboclos, humildes e bondosos, tão ligadas aos que peregrinam a encarnação, para efeito de expiações, missões e provas, a todos possam envolver, proteger e sustentar, desde que se esforcem a bem da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, pois que, fora dessa Ordem Doutrinária, não há Evangelho.

Prece dos Pretos Velhos 1


Louvados sejam todos os pretos-velhos.
Louvados sejam vós que formais o santíssimo rosário da Virgem Maria.
Santas Almas Benditas, protetoras de todos aqueles que se encontram em aflição.
A vós recorremos espíritos puros pelos sofrimentos, grandiosos pela humildade e bem aventurados pelo amor que irradiam, socorre-me pois encontro-me em aflição.
Concedam-me, meus bondosos pretos-velhos, a graça de (pede-se a graça que deseja alcancar) através da vossa intercessão junto a Santa Virgem Maria, santíssima mãe de Deus e de todos nós.
Dai-me meus pretos-velhos um pouco de vossa humildade, de vosso amor, e de vossa pureza de pensamentos, para que possa cumprir a minha missão na Terra, seguindo todos os vossos exemplos de bondade.
Louvadas sejam todas as Santas Almas Benditas. Tenham piedade de nós. Assim seja.

MEDITAÇÃO DO CRISTAL


Cristal Cristalino
Cristaliza o meu corpo e a minha mente
Pedras claras, claridade,
Tragam luz à minha alma,
Energizem a minha aura.
Cristal, límpido cristal,
Fortifica minha personalidade
Noite e dia, madrugada afora.
Divino cristal,
Diviniza meus sentimentos,
Clareia as minhas emoções,
Livra-me dos males e dos desânimos
Dai-me vontade férrea, para que eu possa vencer as escabrosidades do carreiro.
Cristal que reluz,
Traga-me energia,
Eflúvios salutares e fluidos benéficos
Para poder livrar-me dos fracassos.
Cristal, real cristal,
Pedra preciosa que brilha,
Seja o brilho dos meus olhos
Para que eu possa enxergar o mundo com clareza
Cristal energético, cura-me as chagas e as feridas do meu coração.
Cristal de infinito brilho,
Fluidifica e energiza os meus chackras
E as feridas do meu coração.
Cristal de infinito brilho
Fluidifica e energiza os meus chackras
Ilumina meu ponto vital
Traga-me a sabedoria dos entes iluminados
Para que eu saiba, na hora certa, separar o joio do trigo.

A GRANDE INVOCAÇÃO


Que as Forças da Luz tragam a iluminação à humanidade,
Que o Espírito da Paz se faça presente em toda parte,
Que os homens de boa vontade de todos os lugares possam se unir num espírito de cooperação,
Que o perdão de todos os homens
Seja a linha mestra desta época,
Que o poder atenda aos esforços dos Grandes.
Assim seja, e ajude-nos a fazer a nossa parte.
Que os Senhores da Libertação fluam,
Que tragam auxílio aos filhos dos homens,
Que o Cavaleiro do Lugar Oculto apareça,
E, ao chegar, salve.
Venha, ó Poderoso,
Que as almas dos homens acordem para a Luz,
Que eles se unam na mesma intenção,
Que a ordem do Senhor possa se cumprir,
É chegado o fim do infortúnio!
Venha, ó Poderoso,
Agora chegou a hora de a Força Salvadora atuar.
Que ela possa se estender por toda parte, ó Poderoso.
Que a Luz, o Amor, o Poder e a Morte
Possam cumprir o propósito daquele que há de vir.
A vontade de salvar está aqui,
O amor para continuar o trabalho está em todo lugar,
A ajuda ativa de todos aqueles que conhecem a verdade também está aqui,
Venha, ó Poderoso, e funda os três.

Essa oração foi revelada pelo Senhor Maitreya, o Cristo planetário, entre 1945 e 1950. É uma das orações mais poderosas jamais entregues aos trabalhadores da luz e ao novo grupo dos Servidores do Mundo. Darei primeiro a versão breve e depois a mais longa. Recomendo proferir a versão mais curta na maioria das aulas e a versão longa em dias especiais. Esse mantra foi tirado do livro de Alice Bailey, The Externalization of the Hierarchy.

domingo, 10 de maio de 2009

Oração p iniciar trabalho

SOU GRATO AO MEU DEUS PELO MODO QUE CHEGUEI ATÉ AQUI.

SOU MUITO GRATO AO MEU SENHOR PELA MINHA DISPOSIÇÃO PARA VIR TRABALHAR, PORQUE ME PERMITIU SAÚDE BASTANTE PARA FAZER ISSO.

TENHO MUITA GRATIDÃO A DEUS PELOS MEUS COLEGAS DE TRABALHO, TENDO PERMITIDO QUE NOS ENCONTREMOS MAIS UMA VEZ, SEMPRE NA OPORTUNIDADE DE RECOMEÇAR, COM A CERTEZA DE QUE SOMOS PROMISSORES E ESTAMOS EM CONSTANTE MELHORIA

SOU GRATO A MEU DEUS PELOS MEUS PAIS, IRMÃOS E SEUS FAMILIARES, E MUITO AGRADEÇO AO SENHOR PELA SAÚDE DE TODOS ELES, E DOS FAMILIARES DE MEUS COLEGAS DE TRABALHO.

AGRADEÇO-TE SENHOR PELOS MEUS MOMENTOS DE LAZER E DIVERSÃO COM MINHA FAMÍLIA E AMIGOS.

SOU HONRADO E AGRADECIDO A DEUS PELO MEU SALÁRIO MENSAL.

SOU GRATO A DEUS POR TUDO E A ELE GLORIFICO EM NOME DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO, QUE ME ACOMPANHAM EM TODAS AS HORAS DO MEU DIA.

sábado, 2 de maio de 2009

PODEROSA ORAÇÃO A SANTA SARA


Amada Santa Sara! No silêncio da minha alma, dirijo-me à vós,e peço-vos com todo o Amor, que perdôe à mim, e aos meus semelhantes, que por ventura, tenham me causado mal, proposital, ou sem querer!Eu os perdôo também, pois sei que és a Única e Verdadeira Rainha, que abençoa a ampara à todos! Sendo ciganos ou não, pois sei que tens muita Luz para entender a pequenez humana, e sei que sabes que não és propriedade de ninguém, inclusive de etnias, sendo um Espírito de Muita Luz, indo além disso tudo! Qualquer Ser Humano, que se dirija à vós, será amparado e abençoado por Vossa Luz!Santa Sara, nos ampare, abra nossos olhos espirituais, para que não sejamos vítimas das injustiças, e das maledicências! E que não tenhamos inimigos, pois que todos somos irmãos!E, que eu pratique na Luz, a devoção à vós, e que nunca aja de forma cruel com meus semelhantes, e que eles não se tornem cruéis, incluindo os que professam a Vossa Devoção! Pela alegria dos ventos, da Lua Cheia, do Sol que nos ampara através do Fogo Divino, pela Água Abençoada que nos fornece a Vida e o Alimento, pela Terra que piso com orgulho de ser sua Devota, recorro à vós, pedindo Paz, Luz e Saúde, para todos os meus irmãos, sejam ciganos ou não! Agradeço-vos também, pela Energia de Luz que recebo neste momento, em que oro, e recebo de vós, a Luz de que necessito!(faça uma pausa e faça um pedido)Pelas fitas coloridas, pelas rendas, pela música alegre do Povo Cigano,dedico esta prece, pela Paz na Terra, e que haja Luz e paz entre irmãos e criaturas da Natureza!Muito Obrigada!

O Reino das Fadas


O Reino das FadasTradicionalmente, as fadas vivem num reino próprio: o reino das fadas. Sua localização é, naturalmente mítica, entretanto, houve época em que a possibilidade de localizá-lo geograficamente foi considerada. Os habitantes do país de Gales, por exemplo, julgavam que ele ficava ao norte de suas terras montanhosas ou nas misteriosas rochas localizadas na parte ocidental de Pembrokeshire. Mais tarde, deslocou-se o reino da fadas para ilha que fica no canal irlandês, fora das costas de Pembrokeshire.Em muitas lendas, principalmente as dos povos marítimos, o reino das fadas fica localizado em ilhas flutuantes como a de São Brandão. muitos marinheiros juram ter visto tais lugares e, nessas ocasiões, descem de seus navios para alcançá-lo; mas eles desaparecem como que por encanto. Conta-se também que os habitantes do reino das fadas poderiam viver entre nós como pessoas comuns e muitas pessoas juravam tê-los visto frequentando os mercados da Alughorne e Milford Heven.Avalon é, provavelmente, o mais famoso reino das fadas da literatura ocidental. É descrito como um lugar maravilhoso onde vivem diversas fadas entre elas destacando-se a figura impar de Morgana, a irmã do não menos lendário rei Arthur, Avalon parece ser uma ilha situada em qualquer lugar no meio do oceano e, assim, guarda profundas afinidades com a ilha de Ogigia ou com o reino da Circe, citados por Homero na Odisséia. Segundo algumas versões, Avalon possui uma espécie de bruma que a envolve, escondendo-a dos olhos humanos. Há, porém, outras versões as que dizem ser Avalon uma ilha extremamente clara (Avalon a branca) mas que não se revela facilmente aos olhos profanos. Avalon é muitas vezes confundida com a ilha de vidro ou de ar. A referência a esses elementos, vidro, ar, etc., dizem respeito à necessidade de proteger esses lugares dos não iniciados. Há inclusive a ideia de que lugares como esses são cercados por muralhas de fogo o que evita a aproximação daqueles que não são qualificados para entrar em contacto com todos os centros de energia.O nome Avalon, entretanto, pode ser explicado a partir do cimérico afal, palavra que significa maçã, assim, Avalon significaria ilha das maçãs. Essa versão lembra, na mitologia grega, a ilha das Hespérides (ilha para além do oceano) onde havia um jardim no qual estava plantada uma árvore cujos pomos eram de ouro. A conquista desses pomos consistiu-se em um dos trabalhos do famoso herói grego Hércules.Conforme outra versão, a ilha de Avalon (ilha branca) nada mais seria do que a ilha de Apolo, deus que, na língua dos celtas, é chamado de ablum ou belen. Deste ponto de vista, Avalon seria uma espécie de terra solar ou reino de Apolo hiperbóreo.Numa coisa, contudo, todas as tradições parecem concordar: Avalon é uma terra paradisíaca. Lá não há frios excessivos nem seca prolongada, reina sempre uma eterna primavera. Nessa ilha não se envelhece, não se adoece, não se morre. Todas as plantas crescem naturalmente sem a necessidade de se trabalhar a terra e as árvores exibem frutos maduros e saborosos.O lugar preferido pelas fadas, entretanto, são os montes. A palavra galesa para fada é sidhe. Que significa povo das montanhas. À noite, nos montes das fadas são vistos, muitas vezes, luzes cintilantes. Algumas vezes, nota-se sobre os montes uma procissão de fadas que se desloca de uma colina para outra. Essas coisas acontecem tradicionalmente na noite de sete de Agosto. No topo dos montes das fadas, existe sempre um castelo, visível apenas àqueles a quem as fadas por razões especiais, permitem a visão. Quando as fadas desejam ocultar-se, por mais que se olhe nada se verá sobre o monte. Havia um palácio desses no topo do monte de Glastonbury-tor. Conforme um antigo relato, esse castelo foi visitado por S. Collen. A visita deu-se do seguinte modo:S. Collen era um eremita que havia construído o seu lar no pé do monte Glastonbury-tor. Um dia, ele ouviu dois homens conversando sobre o rei das fadas que possuía um palácio ali por perto. O santo eremita pediu aos homens que não continuassem com aquela conversa pois estavam falando sobre demónios. Os homens ficaram muito amedrontados e preveniram-no de que o rei das fadas tomaria as suas palavras por insulto e, em breve, o procuraria para tomar satisfações. Não demorou muito e um estranho visitou-o, pedindo que o acompanhasse até ao castelo do rei das fadas. Por três vezes, S. Collen recusou o convite até que, em face da insistência do homem, resolveu partir com ele mas levou consigo, sob o hábito, um frasco de água benta. Ao chegar ao cume do monte, o santo viu um magnífico castelo todo iluminado de onde vinham sons maviosos. Entrou no castelo e, no seu interior, encontrou um opulento banquete, servido por jovens de rara beleza vestidas de vermelho e azul. O rei das fadas ofereceu a S. Collen comida e bebida mas o santo eremita replicou: eu não comerei das folhas das árvores. O rei, então, perguntou se ele não se admirava da cor da roupa de seus serviçais. O monge, altivamente, respondeu que a cor vermelha lembrava-lhe as chamas eternas e o azul, o gelo pavoroso das regiões infernais. Imediatamente, S. Collen atirou água benta sobre o rei e seus serviçais. As luzes se apagaram e a música maravilhosa que se ouvia por todo o palácio cessou por completo.Tudo desapareceu: o rei, seus auxiliares e o próprio castelo. S. Collen ficou sozinho sobre o monte onde só se ouvia o barulho dos ventos e nada mais.

Segundo os mitos, nesses montes, as fadas também costumam guardar tesouros. Homens ambiciosos, escavando os montes onde existem fadas, são frequentemente perturbados por vozes estranhas, sons apavorantes e tempestades inesperadas. Se essas advertências são ignoradas, a má sorte, a calamidade e até a morte poderão sobrevir contra o violador. O reverendo F. Warner na sua acta de 1854, conta o caso de alguns homens que, ansiosos para encontrar um tesouro, foram cavar num local chamado castelo Neroche em Somerset:Antes que encontrassem uma única moeda, foram tomados por grande pânico e renunciaram a sua empreitada. Estes homens, depois de um mês, tiveram morte violenta, pagando com a vida a sua ousadia. Não se pode ainda que por descuido, invadir um local eleito pelas fadas para sua moradia. Aquele que, por exemplo, sem o saber, construir sua casa em um terreno habitado por fadas, correrá o grande risco pois esses seres são capazes de mover as casas do lugar, derrubá-las e criar incríveis perturbações aos moradores incautos.O convite para se visitar o reino das fadas deve ser encarado com extremo cuidado, principalmente, com respeito à alimentação ali servidas. A comida e a bebida oferecida pelo povo encantado deve ser recusada pelo ser humano (lembremo-nos da recusa de S. Collen) porque aquele que fizer uso do alimento mágico, jamais deixará aquele lugar. A ideia do alimento mágico aparece no mito grego de Hades e Perséphone. Hades, o senhor dos mortos, raptou Perséphone, a filha de Deméter, e levou-a para o mundo das sombras. Deméter, desesperada, procura a filha por toda a parte, mas inutilmente. Quando, por fim, encontra Perséphone no reino dos mortos, não pode mais resgatá-la pois esta já comeu sete bagos da romã do mundo subterrâneo, e, por isso, não poderá sair dali.

Culinaria Cigana


MANJAR DE SANTA SARA

Esse Manjar é servido durante a Slava de Sara Kali , no dia 24 de maio.Leite de coco
Açúcar
1 fava de baunilha
Amido de milho
Coco ralado
Ameixas secas
Claras de ovos
Limão

MODO DE PREPARARFaz-se a receita , misturando os ingredientes e levando ao fogo brando para cozinhar, até que se faça um mingau consistente.Depois disso , colocar numa forma de pudim, deixar esfriar e levar à geladeira até endurecer totalmente.Quando desenformar , bater algumas claras em neve, acrescentando açúcar, caldo e raspa de limão branco.Cobrir todo o manjar e levar rapidamente ao forno pré-aquecido para dourar.Serve-se em seguida.Para oferenda pessoal você deve acrescentar as claras em neve, cobrir com pétalas de flores brancas e levar ao mar, ascendendo as velas de virgem Sara, Santa Maria Salomé e Santa Maria Jacobé.OBS: O manjar da oferenda deve ser recheado de pedidos de graça .

KOLACO (Pão Cigano)

Como já sabemos o pão é um alimento sagrado.E este pão não deve ser cortado jamais com faca.Deve ser repartido com as mãos entre todos os presentes.Pois é servido pelos Romani nas Slavas ( festas comemorativas em louvor aos Santos) , batizados, casamentos e cerimõnias especiais.A magia do pão é tão somente a intenção de quem o faz, a sua energia pessoal, por isso na hora de prepara-lo é bom estar com pensamentos bons e puros, pensando somente coisas boas.É símbolo da vida, da harmonia e da amizade.

PARA 3 PÃES
1 quilo de farinha de trigo
1 litro de leite morno50 gramas de fermento para pão
3 ovos inteiros
1 colher e meia de manteigasal a gostomanteiga derretida
1 punhado de Erva-Doce
1 pouco de Cravo da Índia
Canela em casca.

MODO DE PREPARARMisture a farinha de trigo e o fermento dissolvido no leite morno. Acrescente os ovos e a manteiga, trabalhe a massa, sem sová-la.Acrescente um punhado de cravo da índia e sal a gosto.Deixe descansar coberta com um pano úmido, até crescer.Depois forme três ou mais pães redondos, e coloque para assar em um tabuleiro untado e polvilhado com farinha de trigo. Decore os pães com gravos e canela em casca.Derreta 3 colheres de manteiga e regue os pães. Deixe assar em forno pré aquecido a 250 graus, por 40 minutos.Caso ao final deste tempo ainda não estejam dourados e crescidos, mantenha-os no forno até que fiquem prontos.

BOLO LIBANITZA (CIGANO)
3 e ½ xícaras de farinha de trigo com fermento (controlar)
2 xícaras de amido de milho
1 xícara de açúcar refinado
1 colherinha de essência de baunilha
3 ovos batidos1 xícara de leite
100g de manteiga em temperatura ambiente

RECHEIO1 lata de leite condensado
½ xícara de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
3 ovos1 colherinha de essência de baunilha
50g de queijo parmesão ralado
200g de ricota picada
50g de coco ralado desidratado

MODO DE PREPARO1. Em uma vasilha misture farinha , amido, açúcar, baunilha e abra uma cova, junte a manteiga, ovos batidos e o leite, amasse inicialmente com a colher e depois com a mão até obter uma massa muito macia.2. Junte mais farinha aos poucos, para ficar com consistência de massa de modelar, meio úmida, levemente grudenta.3. Coloque em forma de abrir pequena (uns 30 cm de diâmetro).4. Espalhe a massa no fundo e laterais da forma, até o topo da borda,passe a mão pela farinha que ajuda a espalhar bem.5. Bata todos os ingredientes do recheio no liquidificador aos poucos.6. Coloque o recheio na forma sobre a massa.7. Asse em forno pré-aquecido para dourar, temperatura média/baixa cerca de 40 minutos, vai sair líquida e só depois de fria é que fica em ponto de cortar desenformar e cortar.

Magia Cigana


Banho cigano para o amor e prosperidade
Despetalar três rosas brancas, um copo de suco de uvas verdes, um litro de água mineral sem gás, três colheres de chá de açúcar mascavo, a mesma quantidade de canela em pó. Sete gotas de almíscar se quiserem (eu colocaria). Tomar este banho às quartas-feiras.

Magia para o Amor
2 velas rosa,Um prato de madeira, 7 rosas, óleo de patchoulli ou de sândalo, 1 alfinete novo, 7 bastões de incenso de rosas ou de sândalo.Coloque sobre o prato todas as pétalas das rosas, Em uma vela escreva com o alfinete o nome do amado (a) e na outra o seu, unte as duas velas com o óleo e junte-as bem mentalizando a sua união com o amado (a); coloque sobre o prato e acenda, ao redor do prato distribua as folhas da rosa e fixe os incensos, formando um círculo.

Para atrair prosperidade e amor
Numa tira de papel branco, escreva a lápis seu pedido de prosperidade ou de amor. Em seguida, corte uma maçã bem vermelha e bonita ao meio, tomando cuidado para que as duas partes não se separem. Ponha o papel entre as metades da fruta e amarre-a com uma fita de cetim azul-marinho. Coloque-a então num prato branco, ao lado de um vaso de cravo (flor) vermelho. Com certeza, as coisas na sua vida vão mudar muito e para melhor!

Para reencontrar alguém
Se você perdeu o contato com uma pessoa (pode ser um ex-amor ou um velho amigo) e deseja reencontrá-la, escreva o nome dela em sete tiras de papel. Depois, pegue uma maçã vermelha e escreva nela seu próprio nome, com a ponta de uma faca. Usando sete alfinetes pequenos, espete na fruta os papéis com o nome da pessoa. Unte tudo com mel e deixe num lugar alto durante 21 dias. Passado esse tempo, entregue a maçã num jardim florido.

Para atrair o Amor
2 litros de leite 4 colheres de mel 1 maçã vermelha ralada 2 pauzinhos de canela Ferva o leite e acrescente os demais ingredientes. Deixe esfriar. Coe e use após o banho higiênico, da cabeça aos pés. Cubra a cabeça com uma toalha e vista-se sem enxugar-se, ou coloque um roupão.

Para Paixão
1 maçã vermelha ralada 1 maço de salsa fresca 4 litros de água mineral 4 colheres de mel de flor de laranjeira No primeiro dia da lua cheia, coloque a água numa vasilha grande e acrescente os demais ingredientes. Coloque a vasilha num local onde possa receber o frescor da noite e a luz da lua cheia. Na manhã seguinte, coe a mistura e utilize-a, após o banho habitual, da cabeça aos pés. Cubra a cabeça com uma toalha e vista-se sem enxugar-se, ou coloque um roupão. Os homens devem retirar a salsa e utilizar o banho apenas com os outros ingredientes.

Para Fartura e Prosperidade
4 litros de água mineral 6 paus de canela pequenos 1 colher de chá de noz moscada ralada 6 folhas de louro 1 colher de sopa de erva-doce ou funcho 6 moedas douradas ou uma peça de ouro Pétalas de rosa amarela Num dia de lua cheia, ferva a água e acrescente os demais ingredientes, exceto as pétalas da rosa amarela. Coe. Guarde as peças de ouro e as moedas. Deixe esfriar e antes de utilizá-lo, acrescente as pétalas de rosa. Tome o seu banho habitual e utilize a mistura derramando-a generosamente da cabeça aos pés. Cubra a cabeça com uma toalha e vista-se sem enxugar-se, ou coloque um roupão.

Para Sorte e Harmonização
4 litros de água mineral 2 colheres de sopa de óleo de amêndoa para o corpo 10 gotas de essência de rosas Pétalas de rosa branca, lírio e angélica. 1 quartzo branco bruto 1 quartzo rosa bruto 1 citrino bruto 1 ametista Numa noite de lua crescente, coloque todos os ingredientes numa vasilha grande e deixe-a num local onde possa receber o frescor da noite e a luz da lua. Na manhã seguinte, após o banho higiênico, banhe-se na mistura, comprimindo as pétalas de rosa sobre a pele do corpo. Não se enxugue. Vista-se com um roupão e enrole uma toalha nos cabelos. Vista-se com roupas claras.

Para Proteção Espiritual
10 ramos de alecrim fresco, sem os galhos. 30 gotas de essência de verbena 1 punhado de sal grosso 4 litros de água mineral Ferva a água, desligue a chama e coloque os ramos de alecrim e o sal grosso. Deixe esfriar. Macere o alecrim com as mãos, como quem esfrega uma roupa. Antes de utilizar o banho, acrescente as gotas de verbena. Banhe-se do pescoço para baixo e deixe a água secar naturalmente ou use um roupão. Duas horas depois, tome uma chuveirada, se estiver sentindo um sono anormal.

Para afastar o mau olhado ou quebranto
3 litros de água mineral 1 garrafa de cerveja clara Misture a cerveja com a água e banhe-se da cabeça aos pés, após o banho higiênico. Enrole uma toalha na cabeça e vista-se sem enxugar-se.

Para retirar a negatividade
4 litros de água mineral 2 punhados de sal grosso 2 dentes de alho roxo cortados em cruz 5 galhos de arruda machos 5 galhos de arruda fêmea Ferva a água com os dentes de alho cortados. Quando a água estiver morna, acrescente a arruda, tratando de macerá-la, até que esteja totalmente desfeita. Misture o sal. Deixe esfriar e coe. Use do pescoço para baixo, após o banho habitual. Passada duas horas, tome uma chuveirada de água morna ou fria. Faça na lua minguante.